Tá tudo muito exagerado…

3 11 2009

uniban2

Você tomaria a mesma atitude que os alunos da Uniban, no caso da loira do vestido curto, estudante de turismo?

Garanto que não foi a primeira, nem a última vez que eles viram uma mulher com uma roupa curta.

Tudo bem que há lugares apropriados, claro. Mas não vi nenhuma ofensa na vestimenta da moça.

Já vi outras com roupas mais curtas, em outras universidades. E nem por isso elas foram taxadas de ‘putas’, em alto e bom som.

A mulher, ao longo da história, lutou tanto por seus direitos, inclusive de vestir o que quisessem.

E o que vemos são as alunas da Uniban condenando a garota, só pela roupa que ela usava.

Enfim, semana passada escutei algo que me fez pensar. Comentavam que o Brasil será um país, num futuro não muito distante, fundamentalista religioso. Um outro complementou, dizendo que não daria vinte anos pra isso acontecer.

Fora o conservadorismo, enraizado por nossos antepassados, há também a questão religiosa no meio.

Hoje em dia, as tevês abertas estão empesteadas por pastores, apóstolos, bispos. Uma enxurrada de entidades religiosas que querem que nos fazer engolir tudo aquilo, numa lavagem cerebral desenfreada.

As rádios então, nem se fala. Principalmente as AMs e, acreditem, as piratas.

Os motivos pelos quais eles estão dominando os meios de comunicação, eu não sei. Mas, numa interpretação muitas vezes exagerada da Bíblia, bravam palavras conservadoras e de ordem.

Há também a bancada deles nas diversas câmaras de vereadores, de deputados e no Senado. Defendendo o interesse deles e as vezes, criando leis um tanto quanto questionáveis.

Onde eu quero chegar com essa conversa?

Bom, não faltam motivos para quem chegou a conclusão tenebrosa de nosso país. Eu só citei alguns.

Duas coisas que muita gente ainda não sabe lidar por aí são a fé e o bom senso.

Há algum pecado no vestido da moça? Há alguma imoralidade na roupa dela?

Acho que devíamos estar preocupados com muito mais coisas e rezando ou pedindo, independente da crença, por um mundo melhor, com mais tolerância.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

8 11 2009
Marco Antônio Bogado

isto ai, concordo com todo dito!

4 11 2009
Rodolfo Poppi

esse foi o ato mais estúpido e absurdo que eu já ouvi falar!
sério mesmo.
nem na época das cavernas rolava isso!
Só faltaram chamar ela de bruxa e queimar a menina viva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: