Celestes e canarinhos. Futebol e suas emoções.

7 07 2010

Sempre fui um fiel torcedor da seleção brasileira.

A primeira Copa do Mundo que acompanhei foi a de 1994. E a seleção não ganhava uma Copa há 24 anos.

Na minha cabeça, eu tinha a ideia de que nunca veria a seleção ganhar uma Copa.

Já tinha visto meu time, o SPFC, conquistar o mundo por duas vezes, mas assistindo aqueles tapes de 1970, daquela seleção fantástica, tinha muita vontade de ver a seleção do meu país conquistar mais um título.

E não é que a “taça do mundo” veio naquele ano mesmo?

Desde então, não perdi esse costume.

Torci em 1998, torci em 2002.

Torci em 2006 também e mesmo depois daquela presepada, ainda depositava uma fé na nosssa seleção.

Mas de uns tempos pra cá, esse encanto vai diminuindo. Não foi nem pela elminação em 2010.

A CBF hoje é gerida por um rato chamado Ricardo Teixeira. Todos (ou quase todos) são cientes dos seus atos frente a instituição que rege o futebol brasileiro.

E talvez muitos destes atos estejam refletindo não só na seleção, mas nas federações estaduais e nos clubes.

É pra perder o encanto pelo futebol né?

Talvez sim, mas ele ainda tem a capacidade de surpreender quem o acompanha.

Assistindo a prorrogação entre Uruguai x Gana, pela Copa do Mundo 2010 e acompanhando aquele lance confuso que originou na “defesa” do atacante Suárez e na bola no travessão de Gyan, minha cabeça entrou em parafuso.

Isso porque eu só testemunhei pela televisão apenas.

Lance esse que me fez começar a torcer pelo Uruguai, seleção que eu já simpatizava apenas.

Por mais que o dinheiro, a politicagem, a pilantragem interfiram no futebol, o esporte tem o dom de nos proporcionar momentos como esse.

De encantamento. De emoções inexplicáveis.

De fazer um brasileiro começar torcer pelo Uruguai, por exemplo.

Continuarei a torcer pelo Brasil? Pelo orgulho de ser brasileiro e por mais que uns e outros queiram que eu faça perder este tesão, fica díficil torcer contra.

Mas torcerei muito pelo Uruguai, a partir de agora. Simplesmente pela raça demonstrada em campo, que me conquistou.

Obrigado ao futebol por ainda me fazer emocionar.

Anúncios

Ações

Information

One response

7 07 2010
Marco Bogado

Foi o lance mais fantástico que já vi em copas do mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: